Telefone (11) 4249-0224 Telefone (11) 4249- 2545 celular whatsapp (11) 95466-3011 celular whatsapp (11) 97011-0268

Classificação da dependência de drogas

Quando falamos de dependência química é muito útil reduzir o fenômeno, que é complexo, em algumas categorias predefinidas para que seja possível que os profissionais da saúde mental possam entrar com mais facilidade no processo de cura desses dependentes, e no caso, pacientes. Qualquer profissional que trata de dependentes químicos, e também qualquer pessoa que tenha que lidar com isso precisa conhecer os critérios de diagnóstico para que a avaliação possa ser clara e objetiva.

Existe uma medição chamada CID-10 para o abuso de substâncias químicas que é uma publicação da Organização Mundial da Saúde (OMS), e o diagnóstico da dependência deve acontecer se três ou mais dos seis critérios previamente estabelecidos sejam verdadeiros para o paciente durante todo o ano anterior ao diagnóstico. Esses critérios são: 

1 - dificuldades para controlar a atitude de buscar consumir a droga em termos de início, término ou níveis de consumo;
2 - uma grande compulsão para consumir a substância;
3 - evidência de tolerância, de maneira que doses maiores da substância são necessárias para alcançar efeitos anteriores;
4 - estado de abstinência fisiológica quando o uso da substância for diminuído;
5 - persistência no uso da substância mesmo com evidentes consequências nocivas à saúde.
6 - aumento do abandono de prazeres alternativos, aumento do tempo necessário para ingerir a substância e/ou se recuperar dos efeitos;

São necessários pelo menos três critérios desses acima para o diagnóstico positivo, porém é normal que os pacientes que procurem ajuda digam sim para todos os critérios mencionados. O conceito do uso de drogas pode ser analisado em duas dimensões diferentes, a dependência em si e os problemas decorrentes do uso de substâncias químicas. 

Podemos dividir os dependentes em quatro quadrantes: 
1- conforme aumenta a gravidade, aumentam a chance de desenvolver um problema físico ou mental, 
2- embora não dependente o indivíduo apresenta problemas relacionado ao uso de substâncias químicas como beber e sofrer um acidente, 
3- uso de drogas sem apresentar problemas ou dependência, que tem o uso de "baixo risco", 
4- o quadrante onde pessoas são dependentes e não sofrem de problemas, algo que na prática não existe.

Estrutura de Nossas Clínicas

Reabilitação Garantida entre em contato !

Copyright © 2016 -2017 Clínica Desintoxicação. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET

Clínica Desentoxicação - especializada na recuperação do dependente químico, reabilitação da dependência química, tratamento alcoólicos, tratamentos dependencia química feminina e tratamento dependência química dos jovens (adolescentes), tratamento crack, tratamento cocaína, em todo o brasil.